quinta-feira, 19 de janeiro de 2017

Costurinhas - última costura de 2016 - vestido com estilo retrô.


O primeiro post do ano!

Eu espero que todos tenham tido um ótimo finalzinho de 2016 e que possamos dar Boas-vindas ao ano que começa =)

Para o primeiro post do ano, eu decidi falar um pouquinho da minha última costura de 2016: um vestido com um leve ar retrô e uma linda estampa de gatinhos.  Este vestido se tornou uma das minhas peças favoritas por três motivos: pelo simpático tecido, pelo modelo e por todo o processo de costurá-lo.

A história dele começou em outubro, quando eu fui comprar material para uma encomenda e avistei o tecido na loja. Não resisti ao tricoline 100% algodão com estampa de gatinhos! Além de ter adorado a estampa, eu gostei muito do fundo azul marinho, uma das minhas cores favoritas. Apesar de ter adorado o tecido, eu não sabia ao certo no que ele se transformaria, e por isso eu o deixei guardado até encontrar a peça ideal para ele.

De outubro para novembro, entre uma encomenda e outra, eu comecei a pensar por qual motivo eu nunca costurava certas peças. Você sabe aquele modelo que você adora, mas sempre arruma uma desculpa para não costurá-lo? Este pensamento ficou na minha mente por dias e foi quando eu me dei conta de que eu sempre costurava para mim modelos que eu sabia fazer facilmente. Foi então que eu lancei um desafio para mim mesma: costurar uma peça que eu adorasse mas sempre arrumava uma desculpa para fazê-la, e foi assim que surgiu a idéia para este vestido.


Eu adoro peças que remetem ao estilo retrô. Peças com golas, botões, pequenos detalhes feitos à mão, cintura mais alta, etc. Foi quando eu decidi fazer um vestido neste estilo: bem ajustado na parte de cima, na altura do joelho, com um decote diferente e alças. Um vestido bem diferente da silhueta mais larguinha e ajustada com elástico na cintura que eu costumo costurar para mim.


Eu levei quase dois meses para terminar a confecção do vestido, mas tudo foi feito com muita calma.  Eu intercalei a costura do vestido com outros projetos e afazeres, o que no final acabou funcionando muito bem.  A parte mais trabalhosa do vestido foi fazer todas as pences na parte de cima. No total foram seis pences e muitas provas até tudo ficar bem certinho. O decote foi outro detalhe importante: A princípio, ele seria reto, mas acabei franzindo o tecido, dando este detalhe que fez toda a diferença. Para finalizar, eu coloquei um zíper invisível na parte de trás, e como eu não poderia deixar um vestido meu sem bolsos, acrescentei bolsos embutidos.

Este é o resultado!

O mais bacana ao terminar este vestido foi perceber o quanto nós nos apegamos a certas técnicas e esquecemos de nos arriscar a fazer coisas diferentes. Para 2017, eu pretendo me arriscar mais nas minhas costuras e fazer peças que eu adore, mesmo que elas demorem um pouquinho mais de tempo para serem feitas =)

Então? Qual o seu desafio craft para 2017 ?!

Um feliz 2017!

Até a próxima,

Thaís


Ps: Eu responderei todos os e-mails e comentários que ainda não foram respondidos nos próximos dias =)

quarta-feira, 28 de dezembro de 2016

Como fazer cestos com corda?


Nas últimas semanas, eu falei um pouco sobre como foi fazer os novos projetos para o Canto do Cordel da Biblioteca Popular de Botafogo - Machado de Assis e no post de hoje eu falarei sobre como foi fazer um cesto de corda do começo ao fim!

Fazer um cesto de corda não foi algo difícil, mas foi trabalhoso. Porém, a sensação de ver o cesto pronto compensa qualquer trabalho =)


Desde o início, eu queria fazer um cesto com corda de sisal bem grossa. Mas eu tive um pouco de dificuldade em encontrar este tipo de corda. Eu consegui encontrá-la em uma loja de construção, e o metro custou cerca de R$ 4,00. Para este cesto que ilustra o post, foram necessários 10 metros de corda de sisal de 10 mm.

Eu confesso que ao planejar o projeto eu pensei que 10 metros de corda seriam suficientes para eu fazer dois cestos tranquilamente, mas não foi o que aconteceu. Por isso, durante o processo, eu decidi fazer um cesto de sisal e um outro cesto feito com tranças de tecido.

Para confeccionar os cestos, não há mistério: basta moldar a corda em forma de cesto, enrolando-a com cola. A cola escolhida foi cola quente. Eu testei cola fria para artesanato, mas não funcionou muito bem, pois ela demora a secar e isso torna o trabalho muito mais difícil.


Para fazer o cestinho de tecido, eu fiz o mesmo método do cesto de sisal, mas antes eu cortei e trancei um metro de tecido chita.  Para fazer isso, basta separar tiras de tecido e sem cortá-las completamente, dividir cada faixa em três, para, em seguida, trançá-las. Quando a primeira tira trançada chegou ao fim, eu costurei mais três faixas ao final da trança e continuei o processo. No final, um metro de tecido chita originou dez metros de tecido trançados, formando uma enorme corda de tecido.

Depois da corda de tecido pronta, colei a corda enquanto a enrolava e pronto! Mais um cestinho, mas agora feito de tecido.

Um dica extra: para quem quiser se aventurar em fazer os seus próprios cestos, não esqueça de forrar o local onde for trabalhar. A cola quente faz muita sujeira =)

Então? Quem se aventura a fazer o seu próprio cesto?!

Até a próxima,

Thaís

quarta-feira, 21 de dezembro de 2016

Como tingir roupas?! Minhas últimas experiências

Eu adoro tingir peças de roupas!

Quem já acompanha o Landscape, sabe muito bem disso =)

Eu adoro a possibilidade de dar vida nova a uma roupa que está esquecida dentro do guarda-roupa. Quando eu não penso em transformá-la com um pouco de linha e agulha, a minha opção favorita é tingir a peça.


Há algum tempo que eu quero costurar para mim uma blusa jeans, mas eu ainda não consegui me organizar para tirar essa idéia do mundo das idéias.  Quando está no inverno, eu acabo não costurando e quando está no verão, sinceramente, eu não me animo em costurar algo que eu só poderei usar no próximo inverno.  Foi quando eu tive a idéia de tingir uma camisa minha com tinta para tingir tecidos jeans.


Eu tenho uma camisa bege que eu adoro! Mesmo ela sendo antiga, ela está em perfeito estado e veste muito bem. Mas o bege estava meio triste, por isso decidi tingi-la. Aproveitei que eu iria tingir roupas e decidi incluir no tingimento a minha saia de brim que, coincidentemente, era bege também.



Fiz tudo como especificado na embalagem da tinta, com a única diferença que em vez de enxaguar as peças em água morna, eu as coloquei na máquina de lavar, com meio copo de vinagre de maçã e um punhado de sal, para fixar a nova cor, e coloquei o ciclo de lavagem diretamente no enxágue.


Eu tenho feito isso nas minhas peças para facilitar na hora de enxaguá-las e o resultado tem sido o mesmo. Mas, por muito tempo, eu as enxaguava à mão, usando o vinagre e o sal na água do último enxágue.



Este foi o resultado! O que acharam?

Quer saber mais sobre tingimento de roupas?! Eu já falei sobre isso aqui e aqui.

Até a próxima,

Thaís


quarta-feira, 14 de dezembro de 2016

Até 2017!


Parece que foi ontem que eu estava planejando os últimos posts de 2016 e, de repente, já estamos em dezembro novamente.

Sinceramente, eu gostaria que 2016 durasse apenas mais um pouquinho, pois eu sinto que ainda tenho muitas coisas para fazer antes de 2017. Mas como o tempo não pára, só tenho que respirar e agradecer por mais um ano =)

Obrigada a todos pela companhia! Espero revê-los em 2017, com mais costuras, crafts e muitos bordados!

Até 2017 e um ótimo final de ano para todos!

Até a próxima,

Thaís

Ps: Como no ano passado, o blog ficará em recesso durante o mês de dezembro até a terceira semana de janeiro. Por isso, comentários e e-mails recebidos neste período podem demorar mais um pouco para serem respondidos. Mas apesar do recesso, eu deixarei algumas postagens programadas. Então, eu espero que vocês gostem =)


sexta-feira, 9 de dezembro de 2016

Meu Kit ArteSanato Cardenas

Em novembro, eu contei para vocês sobre a minha participação no Desafio Criativo do blog Vila do Artesão e como eu fui a escolhida para ganhar um Kit Artesanato Cardenas! No post de hoje, eu falarei um pouquinho sobre o meu kit!



O kit chegou no finalzinho de novembro e eu estava bastante animada para recebê-lo. Eu gostei bastante dele =)


Basicamente, o kit é formado com diversos materiais para você criar peças e bijuterias,  usando botões forrados. Além do balancim (a máquina que forra botões), ele é composto com pistola de cola quente, tecidos, três matrizes de tamanhos diferentes (14,18 e 24) e diversos materiais para a confecção de bijuterias e outros objetos (arcos para cabelo, base para broches, correntes, tiras de couro, miçangas, etc) além de um cd explicativo de como usá-lo.


O que mais me chamou a atenção foi a praticidade do meu novo balancim. Ele já vem com uma peça na parte de baixo para prendê-lo à mesa. Eu achei isso super prático, comparado ao meu antigo balancim, que tinha que ser preso numa plataforma de madeira para usá-lo. Eu tive um pouco de dificuldade em colocar a alavanca do novo balancim, mas nada que um pouquinho de paciência não resolvesse.




Algo que eu gostei muito foram as bases dos botões! Elas são próprias para artesanato, ou seja, não tem a argolinha que você usa para prender um botão à roupa. Sinceramente, eu não sabia que esse tipo de botão existia e gostei muito desta novidade! Eu já cortei muitas bases de botão e nem sempre eu conseguia um resultado perfeito. Isto foi uma ótima surpresa.




Outro fator que me chamou a atenção foram as matrizes. Minhas matrizes antigas são feitas de metal, e as matrizes do kit são feitas de plástico. Isso me surpreendeu ao primeiro momento, mas o material usado é bastante resistente (me lembra o material usado para fazer peças de máquina de costura) e as matrizes funcionam perfeitamente, além de serem mais simples de usar (as matrizes de metal possuem três partes, enquanto as matrizes de plástico possuem duas partes, facilitando bastante o uso).



Eu gostei bastante desse belo presente e já tenho várias idéias para usá-lo! Aos poucos eu mostro tudo para vocês =)

Novamente, muito obrigada ao blog Vila do Artesão e à Cardenas!

Para saber mais:


Alguém conhece algum kit da Cardenas?

Até a próxima,

Thaís




quarta-feira, 7 de dezembro de 2016

Bom final de semana - links mais legais de novembro


O último post Bom Final de Semana do ano! Uma mistura de bordado, organização para o Natal e DIY =)







Uma idéia que eu achei fascinante: Natal sem shopping. Uma plataforma com o objetivo de mostrar pequenas produções independentes! Isso tudo como uma forma de incentivar o trabalho artesanal e as pequenas empresas.  Para saber mais: natalsemshopping.com.br

Eu espero que tenham gostado dos links do mês de novembro!

Até a próxima,

Thaís

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...